Prisão de ventre – Incômodo, mas podemos fazer algo a respeito!

Sabe aquela piada do cara que não pode ter filhos e o médico diz pra ele: Sr. Fulano, sinto muito em lhe dizer mas o senhor tem porra nenhuma!

Essa piada não tem graça alguma quando o cara que tem porra nenhuma poderia ser o pai do seu filho. Mas essa piada me fez lembrar uma outra, da moça que tem prisão de ventre e o médico diz para ela: você precisa de uma dieta equilibrada, beber muito líquido e fazer exercícios físicos, daí ela retruca, mas doutor, eu já faço tudo isso, e ele: então ninguém pode acusar você de viver fazendo cagadas, porque cagada é algo que você não faz mesmo.

Eu sei como é, essa piada também não tem graça porque a moça da piada sou eu.Eu nem sabia que prisão de ventre era um problema comum até assistir a propaganda do Activia da Danone e aquelas mulheres dizendo que as suas vidas mudaram completamente depois que conheceram o bacilo DanRegularis. Suas vidas ficaram mais livres, leves e soltas e se o Dan funciona mesmo, elas realmente devem ter ficado mais leves, uns 500gr pelo menos.

“A Incontinência fecal ou prisão de ventre é a incapacidade de controlar a eliminação das fezes. Esse distúrbio compromete a qualidade de vida e se manifesta mais nas mulheres do que nos homens” já disse Dr. Dráusio Varella.

“A falta de exercício, o stress, gravidez e medicamentos podem causar a prisão de ventre. Associados a uma alimentação incorreta, alimentos pobres em fibras e ingestão insuficiente de líquidos podem tornar o processo digestivo mais lento”.

Minha alimentação é equilibrada, bebo bastante líquidos e faço exercícios regularmente, então descartei a primeira hipótese. Não consumo medicamentos. Fiz vários exames e constatei que o problema não era físico, então achei que o entupimento era psicológico. É mole?!

Para resolver a questão e me dar um pouco mais de privacidade, resolvi fazer uma casinha dentro do banheiro para que eu pudesse ficar mais, digamos, à vontade, para eliminar os dejetos e, é claro, que não funcionou. Não dá para cagar em paz com pessoas perguntando onde estão as meias de cano curto da Nike, não serve outra, tem que ser as da Nike, ou peidando estridentemente do outro lado da porta da casinha sem se importar com os sentimentos dos meus gases que estão enclausurados, ou arranhando a porta e dizendo que querem entrar para fazer cocô na casinha junto com a mamãe, ninguém merece, nem eu nem o meu ventre.

Para dar cabo dessa situação, eu passei a anunciar pelos quatro ventos: _Escutem bem! Eu vou ao banheiro, não quero que alguém me incomode! Mas bastava o clique da fechadura e já estava o gato miando, o cachorro latindo e a galinha d’angola dizendo tô fraca para acabar com a minha concentração. Pra dizer a verdade até o quebradinho do último azulejo da parede que fica atrás da porta estava tirando a minha concentração.

Mas o que tirou o resto do meu bom humor foi o médico dizendo que eu precisava aprender a utilizar a musculatura anal. Em três ou quatro sessões de “biofeedback”, seria possível dominar essa técnica. Ah! Doutor, francamente, você por acaso não recebeu um por fora do meu marido para me dizer isso não né? Musculatura anal? Pois fique sabendo que eu faço parte dos 80% de mulheres, de acordo com a revista Playboy, que não faz uso de “biofeedback”, sacou?

E dá-lhe Naturetti, que parou de fazer efeito sem mais nem menos, Tamarine, mamão, aveia, iogurte, laranja, supositório de glicerina e em último caso Lacto Purga, que funciona que nem um reloginho, aqueles reloginhos de bombas reloginho, que saem junto com as tripas e sem hora para acabar a festa.

Cuidado com as sopinhas do inverno; veja dicas de nutricionistas

Quem pensa que frio não combina com salada porque ela não esquenta o corpo, pode optar por tomar uma xícara de chá de consomé magro e depois comer a salada. Mas se mesmo assim você não conseguir ingerir a salada, coloque uma ou duas folhas de verduras refogadas com pouco óleo e um tipo de legume no prato, para que não mate a fome apenas com arroz e feijão.

A dica é da nutricionista Mônica Beyruti da cidade de São Paulo. Ela acrescenta que, ao contrário do que se pensa, arroz e feijão juntos se completam e só engordam se consumidos em excesso, sem acompanhamento de legumes. Mônica Beyruti alerta para o cuidado com as “sopinhas para esquentar”, que, segundo ela, em geral, fornecem muitas calorias.

Para quem não abre mão das massas, Mônica aconselha usar molho de tomates com legumes e evitar o queijo parmesão, ou usá-lo com bastante moderação.

Moderar a gula também é o toque dado pela nutricionista Andréa Galante, diretora da Apan (Associação Paulista de Nutrição). “No inverno, realmente gastamos mais calorias para manter a temperatura e, por isso, acabamos engordando, já que nem sempre consumimos o que gastamos. Por isso, mesmo nessa época tentadora, é importante não exagerar nas quantidades”, disse.

Para os temperos, que em geral são mais fortes, ela indica o azeite: “é saudável e dá um sabor especial”.

A tendência do inverno são os molhos e temperos. Para eles, a nutricionista indica os molhos mais light. “Dá para fazer molho branco com iogurte ou com leite e farinha de trigo, em vez de usar creme de leite. O sabor não é o mesmo, mas é bem gostoso”, afirmou.

Andréa aconselha o consumidor a preferir os queijos brancos magros, como a ricota e o queijo de cabra. Os queijos amarelos são mais gordurosos e têm alto teor de colesterol. A exceção são os queijos gorgonzola e camembert, que são brancos, mas são mais gordurosos.

Outro item que não pode faltar nessa época do ano é o chocolate. Mousses, caldas e chocolate quente estão presentes no dia-a-dia. As nutricionistas, porém, concordam que, apesar de serem uma delícia, também podem ser os vilões da balança.

Mônica Beyruti aconselha a usar os achocolatados lights. Já Andréa Galante é mais enfática: “Prefira o cacau. Ele adoça muito mais que os achocolatados, mesmo usando menos quantidade, e é mais saudável. Os achocolatados têm muito mais açúcar do que chocolate. Chegam a ter 80% de açúcar”, segundo ela.

Dicas de Nutrição – Conselhos práticos para o dia-a-dia

De todas as refeições, o café da manhã cumpre um papel de destaque, isso porque, após o jejum noturno, as reservas de glicose estão baixas, e é ela o combustível mais imediato de nosso organismo.

Ao invés de pular esta importante refeição ou ficar apenas com o tradicional café preto, garanta todas os nutrientes adequados para um bom dia. Incluindo, frutas, cereais integrais, leite e derivados em seu café da manhã.

Bateu aquela “fome” entre as refeições? que tal trocar os salgadinhos gordurosos, refrigerantes e bolachas recheadas por lanchinhos igualmente rápidos mas muito mais nutritivos? Apele para barrinhas de cereais, frutas, iogurtes magros, sucos ou biscoitos de fibra.

Na hora do almoço os restaurantes à quilo são uma boa pedida, desde que a seleção e a combinação de alimentos estejam adequadas. Feijoadas com sushi e lasanha ou batata, macarrão e farofa são facilmente vistas em alguns pratos.

Opte por variar seu prato com legumes, verduras, carnes magras, leguminosas (feijão, lentilha) e grãos massas ou tubérculos (arroz, macarrão ou batata).

Observe bem as trocas: 1 colher de sopa de batata cozida tem 8 calorias, enquanto a mesma frita tem 27. Acrescentando uma colher de molho rosé ou italiano, você aumenta em 70 calorias as sua saladas.

Molho tártaro e francês, cerca de 53 calorias a mais. A maionese pode adicionar até 70 calorias no alimento. Trocar um jantar por lanche às vezes pode ser mau negócio: um cachorro quente completo chega a 650 calorias, uma refeição com batata, frango grelhado e vegetais oferece cerca de 370…

Quer saber mais? Consulte um nutricionista. É ele quem pode orienta-lo nas quantidades ideais de alimentos para você, traçando um planejamento de sua composição corporal, sexo, idade e atividade diária.

Alimentos saudáveis que não pode faltar na sua dieta

Em nossa dieta sempre procuramos os alimentos saudáveis, porem muito das vezes nos esquecemos dos alimentos que devemos evitar, pois se não trocamos “elas por elas” não é mesmo.

Sempre a aqueles alimentos saudáveis  é aqueles que não pode faltar na sua dieta diária, pois pode trazer prejuízos futuros. Porem devemos evitar alguns alimentos que podem dificultar ou até mesmo prejudicar a nossa dieta para emagrecer com saúde ou talvez na nossa reeducação alimentar.

Então, quais são os alimentos saudáveis?

Carne: Carne, cordeiro, porco, frango, etc. Os seres humanos têm comido carne para centenas de milhares de anos. Carne não processada é bom para você, especialmente se os animais comiam alimentos naturais (como a carne de vacas alimentados com capim).

Peixes: Muito saudável, cumprindo e rico em Omega-3 os ácidos gordos e outros nutrientes. Você deve comer peixe (de preferência peixes gordos como o salmão) a cada semana.

Ovos: Os ovos estão entre os alimentos mais nutritivos do planeta. A gema é a parte mais nutritiva e saudável. Omega-3 ovos são as melhores.

Vegetais: contêm fibras e muitos nutrientes que são essenciais para o corpo humano. Comer legumes todos os dias.

Frutas: Aumento variedade, bom gosto, são fáceis de preparar e rica em fibras e vitamina C. Eles ainda são muito ricos em açúcar, para comer com moderação, se você precisa perder peso.

Nozes e Sementes: amêndoas, nozes, sementes de girassol, etc. ricos em vários nutrientes, mas muito rico em calorias. Coma com moderação, se você precisa perder peso.

Batatas: As raízes como batata e batata doce são saudáveis, mas eles ainda são ricos em carboidratos. Coma com moderação, se você precisa perder peso.

Alto teor de gordura produtos lácteos: queijo, nata, manteiga, iogurte integral, gordura, etc. Ricos em gorduras e cálcio saudáveis. Vacas alimentados com capim será rica em vitamina K2, que é muito importante para a saúde.

Gorduras e óleos: azeite, manteiga, banha, etc. Escolha gorduras saturadas para a alta temperatura cozinhar como frigideira, eles são mais estáveis ​​no calor.

Descendentes- e óleos vegetais: óleo de soja, óleo de milho e alguns outros. Estes são gorduras com uma quantidade elevada de Omega-6 ácidos gordos, que são prejudiciais em excesso processada.

Alimentos que deve evitar:

Gorduras Trans: gorduras que são extremamente ruins para a saúde quimicamente modificados. Encontrado em alguns alimentos industrializados.

Adoçantes artificiais: Apesar de ser livre de calorias, estudos observacionais mostram uma correlação grande com a obesidade e doenças relacionadas. Se você deve usar adoçantes, escolha Stevia.

“Diet” e “baixo teor de gordura” Produtos: A maioria desses “alimentos saudáveis” não são saudáveis ​​em tudo. Eles tendem a ser altamente processados ​​e carregados com açúcar ou edulcorantes artificiais. Xarope de Agave é tão ruim quanto o açúcar.

Alimentos altamente processados: Os alimentos que são altamente processados ​​são geralmente pobres em nutrientes e rica em produtos químicos insalubres e não naturais.

Porém lembrando sempre de manter uma qualidade nas refeições e montando um cardápio semanal, pois assim você pode seguir a risca a sua alimentação para ter ótimos resultado.

 Se você gostou das dicas de Alimentos Saudáveis que Não pode Faltar e os que deve evitar, Compartilhe com os amigos e deixe seu comentário abaixo.